quinta-feira, 3 de setembro de 2009

No Mesmo Padrão.

Texto Base: Filipenses 2:5-8

"A atitude de vocês deve ser semelhante àquela que nos foi mostrada por Jesus Cristo, que, embora Deus, não exigiu nem tampouco se apegou a seus direitos como Deus, mas pôs de lado seu imenso poder e sua glória, ocultando-se sob a forma de escravo e tornando-se como os homens. E foi obediente até a morte, morte de um criminoso numa cruz." [Bíblia Viva]

Ao meditar nas palavras de um pregador, a respeito de prepararmos a "morada do Poderoso de Jacó" (Sl.132:5-6), entendi algo que nós, como Filhos e herdeiros, deveríamos ter completo entendimento: nós somos a morada do Senhor dos Exércitos. Este entendimento mudaria radicalmente as nossas vidas. Sendo eu a morada do Senhor, como devo proceder?
Ainda meditando sobre isso, pensei: Wow, Papai. Preciso ser como Jesus. Semelhante a Ele, no padrão dEle. Ele é o exemplo de morada. O exemplo de filho. Quero ser como Jesus!

O PADRÃO DE JESUS CRISTO

Este versículo de Filipenses mostra-nos o padrão de Jesus. Se quero ser a morada do Senhor, tudo que há em mim que não venha dEle precisa ser tirado. Preciso me esvaziar. Esvaziar-me de meus planos terrenos, minhas vontades e desejos em busca dos sonhos e desejos do Senhor. Jesus conhecia Seu destino como Filho! Ele não se apegou aos seus direitos de Deus. Ele rejeitou toda a Sua Glória e espelendor divinos, tornando-se servo. Ele foi obediente até a morte. Ele foi às últimas consequências - não se importou em dar tudo o que tinha.
Foi quando o Senhor falou em meu coração: Filho, eu quero habitar em você (nós), mas a sua atitude como filho tem de ser como a de Jesus. Aquilo confrontou-me. Eu sabia que certas coisas precisavam - e com urgência - ser acertadas em minha vida. Eu preciso ser filho!

GUIADOS EM TUDO

"Mas todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus."(Rm.8:14)
Preciso ser guiado pelo Espírito que guiava Jesus. Gl.5:16 reflete bem o que um filho de Deus faz: entrega tudo o que tem ao comando do Espírito Santo. Todas áreas, não mais andando segundo a carne, mas segundo o Espírito.

Precisamos nos manifestar como filhos - e logo chegará o tempo em que seremos colocados à prova. O Senhor espera algo de nós como filhos, e quando nos manifestarmos como tal, teremos a autoridade de filhos, e Ele olhará para nós e nos dirá: "Você é o filho que amo, cujo as ações me dão prazer!"

Aja como FILHO! Seja a morada do Senhor dos Exércitos!

Para ler e pensar:
- Qual é a minha disposição em entregar tudo ao Senhor?
- Há algo em você, hoje, que precisa ser entregue ao Senhor?

Gálatas 5:16
"Eu os aconeselho a obedecerem somente as instruções do Espírito Santo. Ele lhes dirá aonde ir e o que fazer, e assim vocês não estarão sempre fazendo as coisas erradas que a naureza pecaminosa de vocês quer que façam." [Bíblia Viva]
Lucas Rolim.

3 comentários:

M. Gilliard Paes disse...

A posição de filho nem sempre é um lugar fácil de se alcançar, não por que tenhamos uma lista enorme de afazeres, mas por que essa lista não existe e a única coisa que precisamos é descansar no colo do Pai e aceitar seu amor e cuidado incondicionais. Para mim, muitas vezes o ativismo e o legalismo são barreiras a serem transpostas. Colocar-se nessa posição de amado requer a renúncia de nossa independência; uma criança não pode andar por aí sozinha, ela sempre está acompanhada de seu pai. Um bebê raramente decide para onde quer ir, ele apenas deixa-se guiar, confortavelmente no colo do pai.

"E, porque vós sois filhos, enviou Deus ao nosso coração o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai!" Gálatas 4. 6

Ministério Níveis Maiores disse...

Na verdade...tomos estamos na posição de amados, pois o Senhor ama até mesmo os que não são Seus filhos.
Creio que agirmos como Filhos nos coloca na posição "amados em quem me comprazo".
E claro, não é simples, mas plenamente possível, com um relacionamento diário e ininterrúpto com o Senhor, lendo e guardando a Sua palavra.

M. Gilliard Paes disse...

Entendo Lucas, realmente, até onde sabemos e cremos, do ponto de vista de Deus, todos estamos na posição de amados. A questão que coloco é se, do nosso ponto de vista, estamos nessa posição de amados. Tudo que posso dizer e fazer a respeito do amor de Deus parte do meu ponto de vista, se me vejo ou não como amado, posso ser filho e passar a minha vida toda buscando agradar o Pai, e mesmo assim nunca colocar-me na posição de quem simplesmente é amado de Deus (O filho mais velho da parábola do filho pródigo). Ou posso requerer minha herança nessa terra e levar minha vida independente de Deus, até cair em si, voltar ao Pai e descobrir que ainda sou amado, apesar de ter saído da posição de filho, e que posso voltar correndo para os Seus braços.

Pesquisar