sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Graça Preciosa ou Graça Barata?

Texto Base: Romanos 6:14
"Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça."

"Graça barata significa a graça como doutrina, como princípio, como sistema: significa perdão dos pecados como verdade geral, significa o amor de Deus como conceito cristão de Deus. Quem o aceita já tem o perdão dos seus pecados. A Igreja participa da graça já pelo simples fato de ter essa doutrina da graça. Nesta Igreja, o mundo encontra fácil cobertura para seus pecados dos quais não tem remorsos e não deseja verdadeiramente libertar-se."

"Graça barata significa justificação do pecado, e não do pecador. Como a graça faz tudo sozinha, tudo também pode permanecer como antes. "Afinal, a minha força nada faz". O mundo continua sendo mundo, e nós continuamos sendo pecadores "mesmo na vida mais piedosa". Viva pois o crente como vive o mundo, coloque-se, em tudo, em pé de igualdade com o mundo, e não se atreva - sob pena de ser acusado de heresia entusiasta! - a ter, sob a graça, uma vida diferente da que tinha sob o pecado! ...a Graça barata é inimiga mortal da nossa Igreja. A nossa luta trava-se hoje em torno da graça preciosa. A Graça preciosa é o Evangelho que se deve procurar sempre de novo, o dom pelo qual se tem que orar, a porta à qual se tem que bater."
Dietrich Bonhoeffer

Para pensar:
- Que tipo de graça tenho vivido?
- Tenho "usado" a graça como justificadora de meus pecados ou de mim mesmo?
- Se estamos de baixo da graça, o pecado já não tem domínio sobre nós.
- A Graça teve um preço, e preço alto de sangue.

Seja Filho!
Lucas Rolim.

11 comentários:

Ministério Níveis Maiores disse...

Trecho do livro "Discipulado" de Dietrich Bonhoeffer, teólogo-mártir alemão, enforcado por Hitler. Chama de discipulado o seguir a Cristo. A Graça é um chamado ao discipulado verdadeiro! Aconselho!! É maravilhoso! Deus os abençõe, em Cristo Jesus!

Michelle disse...

Ameiii o texto mesmo!
Sabe, que mtas pessoas não aguentam o 'tranco' de ser cristão por viverem baseados numa graça barata... E não tem nada melhor do que viver em torno da graça preciosa, como o próprio autor diz... O preço já foi pago, basta vivermos na plenitude do Espírito e buscar constantemente seguir o exemplo de Cristo em todas as áreas de nossa vida.. E já que tá rolando uma indicação de livro.. estou lendo o livro Princípios do Relacionamento de Jesus do Tom Holladay e realmente nos ensina muito sobre relacionamentos.. Se queremos viver bem nessa terra, precisamos seguir o exemplo do Mestre...

Grande bjooo ...
É isso aí, Zeca! haahaahahu

Ministério Níveis Maiores disse...

Zeca? Quem é Zeca? AUHSUashAUSHAush

:D

Ministério Níveis Maiores disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Michely disse...

Lucas Rolim, de curitiba?

M. Gilliard Paes disse...

Quanto vale um ser humano? Suponha que você tenha um filho, então reescrevo a pergunta; quanto vale o seu filho? De duas uma, você poderia ter problemas de afeto e dizer que ele tem um valor, seja qual for esse valor, 1 real ou 1 trilhão de reais, dá no mesmo, ou você poderia ter a noção de seu próprio valor e do ser humano e dizer que não há valor que pague aquela vida, que o ser humano é tão precioso que só poderia ser entregue como uma dádiva, um presente de grande valor, você já deu algum presente de grande valor? Quanto você pagou pelo presente? Quanto você cobrou de quem recebeu? "Mas ele fez por merecer" você poderia argumentar. Bem, se ele fez por merecer então o presente foi bem pago.Por fim, a graça só é graça porque há um Deus bom que decidiu amar e pagou o preço desse amor, e um ser humano que decidiu receber esse amor.

Ministério Níveis Maiores disse...

"Esta Graça é sobretudo preciosa por ter sido preciosa para Deus, por ter custado a vida de Seu Filho -"vocês foram comprados por preço"- e não pode ser barato para nós aquilo que custou caro para Deus.

M. Gilliard Paes disse...

"e não pode ser barato para nós aquilo que custou caro para Deus."

Saber quão precioso é o presente implica em querer pagá-lo? Ou é a consciência do amor que foi demonstrado através do presente?

Se vc quiser paga-lo, seja qual for o preço que vc queira pagar, nunca conseguirá quitar essa dívida e tornará, para si, o presente algo que pode ser comprado, e o que pode ser comprado não combina com amor, não combina com graça, não combina com Deus.

Ministério Níveis Maiores disse...

Entendo o que quer dizer Gilla, mas o contexto de todo o texto me ensina a diferença entre graça e graça.
O que o autor quis dizer com graça barata é a graça mal compreendida.

Não estou insinuando ninguem a pagar pela graça. Nada disso.
Mas que comumente usa-se a graça como justificativa para uma vida infrutífera. Essa é a graça barata.

A preciosa graça não pode ser vista como justificativa, mas como impulso de uma vida santa e dedicada a Deus. Viver de modo diferente a isto é tratar de modo leviano o que custou caro ao Senhor.

M. Gilliard Paes disse...

legal Lucas, acho q chegamos a um consenso rss...do seu lado vc defende:
"A preciosa graça não pode ser vista como justificativa, mas como impulso de uma vida santa e dedicada a Deus. Viver de modo diferente a isto é tratar de modo leviano o que custou caro ao Senhor."

do meu lado eu defendo:
Que estipular qualquer atitude como regra de santidade leva ao legalismo e por fim a uma graça que não é de graça rss.

Eu estou tentando evitar um extremo, vc está tentando evitar o outro extremo, se juntarmos as duas idéias teremos um ponto de equilíbrio que talvez possamos chamar de temperança.

Obrigado mano!

Ministério Níveis Maiores disse...

Com certeza!! Rsrs!!!
Ah...se todo o cristão tentasse resolver suas tensões teológicas dessa forma!
Rsrs!!
Abraços!

Pesquisar